Resenha: O plano perfeito para dar errado - Cameron Lund


Editora: Faro Editorial
Páginas: 304
Ano: 2020
Gênero: Romance
Onde Comprar: Amazon 

*Parceria

Sinopse: UMA HISTÓRIA SOBRE PRIMEIROS AMORES, PRIMEIROS AMIGOS E COMO ASSUMIR O CONTROLE DA VIDA AO FAZER NOSSAS PRÓPRIAS ESCOLHAS. Quando a sua última amiga virgem muda de “status”, Keely começa a pensar em fazer o mesmo. Ela não quer ser a única virgem que resta da turma, mas não pode ser com qualquer um. Tem de ser especial, com alguém de confiança. E rápido! O problema é que ela cresceu com todos os garotos de sua escola, e é muito difícil gostar de um cara quando você lembra dele comendo giz de cera (ou coisa pior) no jardim de infância. Então, a sorte acena para Keely ao encontrar Dean. Ele não apenas parece ter saído de um cartaz de filme, como tem uma moto, é sexy e demonstra estar muito interessado. Só que Dean é um pouco mais velho e já está na faculdade. E a insegurança de Keely a convence de que ter a primeira vez com Dean pode ser um desastre, fazendo com que ele nunca mais queira vê-la. É quando ela traça um plano e escolhe “mudar o status” com seu melhor amigo, Andrew. Com ele tudo seria seguro. Andrew nunca iria magoá-la e já teve muitas experiências para poder ensinar, antes que ela aceite dar o próximo passo com Dean. Mas o plano só funciona se Andrew e Keely continuarem amigos – e apenas amigos. É aí que as coisas começam a ficar complicadas.
Pensem em um livro amadinho?!

O plano perfeito para dar errado é um romance desses que não é apenas fofo, ele levanta uma reflexão sobre algo que todos, ou quase todos nós passamos, que fala sobre os sentimentos relacionados a "primeira vez".

Nesse romance, iremos conhecer Keely, que vive em uma pequena cidade em Vermont. Quem já visitou ou é de cidade pequena, sabe que em locais assim, todos conhecem todos e sabem tudo uns dos outros.. Além de ter um ciclo de amizades ou conhecidos desde a infância... Tendo estudado junto e etc. E justamente por essa proximidade e por ser amiga de Andrew, Keely, não tem o menor interesse em nenhum dos meninos.. O tempo vai passando e Keely se torna "a última e única virgem do grupo" e de repente, ela acredita que já é hora de mudar isso, e quando conhece Dean, um universitário, mais velho e novidade pra ela, suas inseguranças vem a toma e Keely planeja algo inesperado, afinal, se sua primeira vez for com seu melhor amigo, talvez ela possa superar suas inseguranças e seguir adiante, pois afinal, com Andrew não há medo caso as coisas não ocorram saiam bem. Se esse plano vai dar certo ou não, recomendo que leiam!!

A história é recheada de romance, momentos engraçados e divertidos e traz conflitos que talvez, a maioria dos adolescentes já pensou ou passou.. Não sou nenhuma adolescente mais, porém ler esse livro me trouxe de volta momentos e sentimentos que eu já vivi, talvez não iguais os de Keely, mas sem dúvidas lembranças boas e outras desesperadoras, mas que depois percebi que era só a inexperiência e calor dos hormônios! A leitura é fluída e trás uma personagem comum, que podemos identificar em alguém facilmente. Imperfeita como aprecio, afinal, na vida real não existe perfeição, então temos uma adolescente palpável, personagens cativantes e muito entretenimento.

Um livro para ser lido a qualquer momento e que trará momentos prazerosos de diversão, reflexão e um romance fofo para você chamar de seu!

Leiam!

Só podia ser a @faroeditorial trazendo momentos de prazer e entretenimento em momentos diversos, sempre marcando minha vida literária, me fazendo repensar quando eu digo que "não sou grande fã de romance"..

Nenhum comentário