Resenha: Leve-me Com Você: Algumas viagens nos transformam, outras nos despertam - Catherine Ryan Hyde

 

Editora: Darkside Books
Páginas: 336
Ano: 2018
Gênero: 
Onde Comprar: Amazon 

*Acervo pessoal

Sinopse: Esqueça todas as histórias que você já leu sobre as férias de verão. Troque as praias paradisíacas pelos tons terrosos das reservas naturais americanas, as cadeiras e protetores solares por um trailer e um pacote de marshmallows, e abra bem os olhos para observar as estrelas com August, Seth e Henry, o trio improvável e inesquecível de LEVE-ME COM VOCÊ.

August Shroeder é um professor de ciências desacreditado e um alcoólatra em recuperação. Todos os anos, seu destino nas férias de verão é o mesmo: a estrada. Em seu trailer, ele percorre quilômetros e mais quilômetros nas rodovias para visitar os belíssimos parques e reservas naturais. Seu plano era visitar o Parque Nacional Yellowstone com seu filho, Phillip, mas agora não há ninguém no banco do passageiro — apenas um punhado de cinzas guardado no porta-luvas, em uma garrafa de chá carregada de significado.

Quando o trailer quebra, August busca conserto na oficina mais próxima. Mas, além do motor home pronto para seguir viagem, ele sai de lá com dois garotos a tiracolo — seus novos companheiros nessa road trip — e a chance de repaginar uma viagem que tinha tudo para ser melancólica e permeada por lembranças doloridas.

Com a ternura de Em Algum Lugar nas Estrelas, de Clare Vanderpool, e a dose de esperança de O Último Adeus, de Cynthia Hand, Catherine Ryan Hyde escreveu um verdadeiro tesouro escondido. E a DarkSide® Books convida você a encontrá-lo, embarcando nessa jornada ao lado de personagens humanos e reais: Seth, o irmão mais velho, é um menino sério e corajoso que precisa aprender a não carregar o mundo nas costas. Henry, o caçula, é tímido e quieto, e, embora saiba falar, escolhe não fazer isso. Assim como August, eles precisam respirar novos ares, fazer novas memórias e, claro, viver uma aventura.

É com a sensibilidade e o encanto que se tornou marca registrada dos livros da linha DarkLove que Catherine Ryan Hyde fala sobre honestidade, luto, perdas, conquistas e transformações, desatando nós nos corações dos leitores e curando feridas que ninguém imaginava ter. Com sua voz poderosa, que já emocionou milhares de leitores pelo mundo, ainda traz à tona uma discussão sobre a imprevisibilidade da vida e como família nem sempre significa dividir o mesmo sangue.

Seu amor pelos animais e pela natureza fica evidente no desenrolar da história, e suas palavras transmitem essa paixão para o leitor com tanta naturalidade que é só fechar os olhos para visualizar as cores cinematográficas do Grand Canyon ou sentir a vertigem dos montanhistas que escalam os penhascos de Zion. E, conforme as páginas viram e a jornada chega ao fim, estreitamos os laços com os personagens e nos tornamos confidentes de suas histórias.



Presentinho que ganhei de uma amiga e já estou super apaixonada. Sabe aquelas histórias que lemos e guardamos com tanto carinho no coração? Poia é, essa é uma delas! Leve-me com você me encantou profundamente e se tornou um queridinho na minha estante!

"Não acredito que o entorpecimento possa durar para sempre."

Seremos apresentados a August, um professor de ensino médio, ex alcoólatra e que acaba de perder seu filho adolescente. Eu nem imagino uma dor assim, August e seu filho sempre faziam viagens anuais por reservas naturais e lugares incríveis em seu trailer, porém dessa vez, August terá de fazer essa viagem sem a presença de seu filho e na intenção de espalhar as cinzas dele no Parque Nacional Yllowstone, um lugar preferido! Porém no trajeto acontece um imprevisto que faz com que e tenha que parar em uma oficina e fique um tempo por ali, para consertar o motor e poder seguir viagem. Só que o mecânico lhe faz uma proposta incomum e até meio bizarra, levar seus filhos nessa viagem que August está fazendo; ele aceita e se vê viajando com duas crianças que fazem com que sua viagem seja diferente do que ele esperava, marcando a vida deles de maneira única e especial!

Essa é daquelas histórias que te arrebatam e te deixam com o coração quentinho! Te faz refletir, sentir, sonhar, se emocionar! Uma história que nos mostra que mesmo não tendo o menor controle sobre nada em nossas vidas, as vezes coisas maravilhosas podem vir, mesmo em momentos delicados! 

"porque isso é o que a gente faz, a gente supera..."
A narrativa da história flui e emociona conforme vamos virando as páginas. Eu fiquei encantada pelos filhos do mecânico, Seth e Henry, eles são peça fundamental no processo de luto de August; para explicar um pouco o pedido inusitado com um spoiler leve, o mecânico vai ter que passar uns meses na cadeia por ter dirigido bêbado, e com isso um acabou ajudando o outro e August, bem mais do que jamais poderia  imaginar!

A forma como August volta a se abrir para a vida e aceitar, compreender o que houve com seu filho foi extremamente emocionante! Henry é um personagem que ganhou completamente meu coração, ele tem apenas sete anos, e dificuldades em se comunicar.. Ele me cativou tanto, tenho certeza que quem já leu essa história se encantou tanto quanto eu, e quem não leu, leia o quanto antes, pois é um livro necessário para todos que querem se emocionar.

Não tem palavras suficientes para descrever tudo que senti durante essa leitura!
Espero que vocês tenham a oportunidade de ler!

Nenhum comentário